CRÍTICA: Megatubarão (2018)

Megatubarão

Megatubarão é um filme confuso em sua narrativa e não entrega nem metade do que propôs. Ah? E o tubarão?Não tão assustador…

Data de lançamento: 9 de agosto de 2018

Direção: Jon Turteltaub

Elenco: Jason Statham, Li Bingbing, Rainn Wilson, Ruby Rose, Winston Chao, Cliff Curtis, Page Kennedy, Jessica McNamee, Ólafur Darri Ólafsson, Robert Taylor, Sophia Cai, Masi Oka

Em Megatubarão, Jason Statham interpreta o experiente ex-mergulhador de resgate Jonas Taylor que é chamado pra auxiliar no resgate de uma tripulação que está presa 11 mil metros abaixo da superfície ameaçada por um tubarão imenso.

Após o resgate, Jonas e a tripulação tentam parar o animal mortífero. Enquanto isso, o bilionário Jack Morris (Rainn Wilson) teme que a criatura coloque em risco seu investimento milionário.

Megatubarão é um filme de grande orçamento e se vangloria disso. As cenas são impressionantes e o trabalho de efeitos visuais é muito bom. Diretor Jon Turteltaub tenta misturar tensão e humor, mas falha grotescamente, o filme se leva a sério demais e mergulha de cabeça no ridículo.

Statham é um herói de ação tentando superar um trágico incidente em seu passado. Ele é ótimo nas cenas de ação, no entanto falha muito nas cenas dramáticas e não convence. Os personagens coadjuvantes do filme são estereotipados, como se esperaria de um filme do gênero. Ruby Rose interpreta um tipo roqueira forçada, Rainn Wilson interpreta um milionário chato e convencido. Page Kennedy seria o alívio cômico, se as piadas não fossem não tão ruins.

O tubarão em si é tecnicamente impressionante. Há sequências que geram um nível razoável de tensão, porém fica faltando alguma coisa. Repetidamente percebemos que por seu enorme tamanho o animal deve ser temido, mas as cenas de luta são fracas diante da ameaça proposta pelo filme.

Megatubarão é um filme confuso em sua narrativa e não entrega nem metade do que propôs.

Nota do filme:

Trailer do filme:

Galeria de imagens:

 

Jornalista que vive a base de café, loucura e chocolate, 22 anos de Mc Donalds na veia. Viciada em Beyoncé e filmes de terror. 

Compartilhar: