Crítica: O Mistério do Relógio na Parede (2018)

O Mistério do Relógio na Parede
O Mistério do Relógio na Parede prova que os bruxos ficaram no passado e a tendência agora é ser feiticeiro…
Lançamento: 20 de setembro de 2018
Direção: Eli Roth

Elenco: Jack BlackCate Blanchett, Owen Vaccaro

Sinopse

Lewis (Owen Vaccaro), de apenas 10 anos, acaba de perder os pais e vai morar em Michigan com o tio Jonathan Barnavelt (Jack Black). O que o jovem não tem ideia é que seu tio e a vizinha da casa ao lado, Sra. Zimmerman (Cate Blanchett), são, na verdade, feiticeiros.

Uma história de aventura com mistério, magia  e uma pitada de comédia, vamos contar a história do jovem Lewis Bernavelt (Owen Vaccaro) que aos 10 anos acaba se tornando órfão( acho que já vi isso em algumas histórias) e vai morar com seu tio Jonathan Bernavelt( Jack Black), um homem carismático, engraçado e um tanto quanto misterioso e também conhece a vizinha e também amiga de seu tio Sra. Zimmerman (Cate Blanchett), uma senhora muito amável que ajuda em muitos afazeres na casa, mas em uma certa ocasião acaba descobrindo que ambos são magos( ops, feiticeiros) e decide aprender as artes da feitiçaria.

Quando Lewis começa a conversar com seu tio e conhecer mais da casa, seu tio lhe diz que na casa não tem regras, mas logo ele se corrige e diz que tem apenas uma regra, um armário muito bem trancado que em hipótese alguma pode ser aberto resultando da expulsão da casa e isso só vai entrando na lista de coisas que podem ser descobertas no filme, além de sofrer rejeição na escola por ser esquisito, mas ele vai descobrir que ser esquisito é muito mais incrível do que ele poderia imaginar.

O filme é uma adaptação do início de uma série de livros, o primeiro foi lançado em 1973 e hoje veio as telonas, um filme para todas as idades, com muita magia, Mistérios e segredos.

Um ambiente bem gótico, decorações com um mix de sombrio com magia, o filme também conta com muitas cenas de dar gargalhada, pois contamos com Jack Black no elenco que já fez muitos filmes de comédia (Escola do Rock e O Amor É Cego) mas nesse filme só comédia não iria servir, então ele mostra para o público que pode fazer muito mais que piadas e caretas, ele mostra uma atuação muito versátil, transmitindo os mais diversos sentimentos , e quando precisa se torna um homem bravo e destemido que fará qualquer coisa para que nada aconteça ao seu sobrinho.

 Cate Blanchett conhecida por possuir um repertório incrível (O Senhor dos Anéis, Carol e Cinderela), só melhora sua atuação no filme de fantasia/suspense, pois ela mostra seu dom quando em uma hora é uma mulher super doce e carinhosa, na outra é uma mulher forte, poderosa e feroz que muitas vezes no filme rouba a cena e mostra quem manda.

Mesmo sendo novo no mundo do cinema o pequeno Owen Vaccaro dá um show de interpretação, conseguindo captar os conflitos e dilemas morais que possui seu personagem no filme, interpretando um garoto que recentemente perdeu seus pais, descobre em seu tio um Mestre nas artes da feitiçaria, mas com isso também acaba sabendo da existência do relógio que traz consigo a destruição do mundo como conhecemos, e também esse não é o primeiro trabalho pequeno ator, ele já trabalhou com um elenco de peso como Mel Gibson, Mark Wahlberg, Will Farrell e Linda cardellini.

Se falassem que o diretor de O Albergue e Bastardos inglórios(Eli Roth) iria fazer um filme de aventura com o Jack Black muitas pessoas achariam estranho e um tanto fora da zona de conforto do diretor, mas uma coisa é certa, ele soube adaptar o livro para as telonas, todos os conflitos morais, as partes sombrias e até nas partes engraçadas o diretor consegue convencer o espectador.

O Mistério do Relógio na Parede é um filme bom, claro que tem umas cenas meio estranhas, algumas piadas um pouco mais ácidas e excêntricas, uma ambientação muito bem feita com coisas de magos ( ops Feiticeiros) e com ação também, pois afinal se o Lewis vai aprender truques e magias, queremos ver em prática todo seu poder para poder salvar o mundo da tragédia que o relógio traz consigo.

A história avança a ponto de surpreender o espectador que não tira os olhos da telona, pois quando chegam as criaturas e um grifo gigante tudo fica ainda mais emocionante com muita feitiçaria e momentos eletrizantes, levando  Jonathan e o pequeno Lewis ao ato final com muita maestria.

O Mistério do Relógio na Parede traz ao espectador boas experiências e personagens cativantes, em alguns pontos fica um pouco a desejar como por exemplo, alguns efeitos visuais e a falta de uma trilha a mais de fantasia para imergir o espectador nesse mundo de feitiçaria, mas tiveram atuações ótimas, uma excelente fotografia e um roteiro muito bem adaptado.

Galeria:

Trailer:

Marqueteiro e meio geek, amo e coxinha com catupiry e cinema.
Assisto de tudo um pouco, vai de Poderoso Chefão a Rupaul’s Drag Race, gosto de ver filmes e séries, se é bom ou ruim ai é outra historia.

Compartilhar: