Crítica: Shazam! (2019)

A nova aposta da DC, Shazam!, é um longa divertido e cômico mas também, a surpresa de apresentar ao público um filme com discussões relevantes…

Lançamento: 04 de Abril de 2019
Direção: David F. Sandberg
Elenco: Zachary Levi, Djimon Hounsou, Mark Strong

Billy Batson (Asher Angel) é o legítimo adolescente problema, à procura de sua família o jovem acabará encontrando um mago capaz de o tornar num super-herói, Shazam! (Zachary Levi). Mas além da vida de herói, Billy aprenderá o verdadeiro propósito de uma família e ganhará uma nova chance.

A nova aposta da DC, traz um longa divertido e cômico mas também, a surpresa de apresentar ao público um filme com discussões relevantes, o conceito de família, a confiança e questionar se ainda há esperanças para a humanidade.

Baseado num vilão que perdeu sua confiança nas pessoas e num mago à procura de um “coração puro”, Shazam! leva o público a pensar sobre o peso desse adjetivo. Além de nos revelar um vilão que interesse ao público, Mark Strong entrega um personagem que passou a vida toda negligenciado por sua família, seu vilão não está presente só para ser um contraponto de Billy (Shazam!), mas também é relevante para a construção do herói.

Porém, ao longo da trama isso é deixado de lado para dar lugar ao que realmente é sua característica, uma comédia. Shazam! é o filme mais divertido estúdio, piadas inteligentes, personagens caricatos e referência a outros heróis do universo, o longa brinca com o que é ser um herói de verdade. Além do fato de transformar um adolescente em herói adulto, Billy apresenta Shazam! como um personagem atrapalhado, que não tem medo do perigo já que é forte o bastante para tal, dado a química entre sua versão adolescente e seu alter ego.

O elenco como todo funciona, tanto Billy quanto Shazam! apresentam a mesma sintonia com os outros personagens, sejam crianças ou adultos. Mas a principal ligação do protagonista é com Freddy (Jack Dylan Grazer), o especialista em super-heróis, juntos os personagens carregam a maior parte cômica do filme.

Assim como sua  trilha sonora que em conjunto com a sua cuidadosa direção alavancam o filme quanto ao seu gênero. E se Aquaman teve elogiados efeitos visuais, Shazam! não fica de fora dessa, com qualidade e bem inserido em suas cenas os efeitos colaboram para a experiência do público que irá assistir o filme em 3D.

Shazam! é uma grata surpresa para o público e os fãs da DC, se destaca como uma comédia divertida, além de apostar em uma pegada séria e bem inserida mesmo que não desenvolvida, e de apresentar um vilão relevante e seus personagens bem construídos.

Galeria:

Trailer:

Compartilhar: