Adam Driver reconhece os privilégios

O ator Adam Driver reconhece que teve mais oportunidade em Hollywood por ser um homem branco

Adam Driver está fazendo um grande sucesso em Cannes, o ator que está com dois longas em circuito,  incluindo BlacKkKlansman que foi aplaudido durante cerca de 6 minutos no Festival, ou seja, o filme que tem Spike Lee na direção foi ovacionado!

O filme mostra a jornada de um policial negro que se infiltra como membro da Ku Klux Klan, Driver dar vida ao policial Flip Zimmerman parceiro do policial negro Ron Stalworth interpretado por John David Washington. Durante a coletiva de imprensa Adam revelou que reconhece que é uma pessoa privilegiada,  por ser homem, heterossexual e branco e por conta disso conseguiu ir muito mais longe na carreira do que jovens atores negros, ou pertencentes a algum grupo social.

O ator ainda revelou que em grande parte isso foi um grande percursor para lhe proporcionar a oportunidade de ganhar bons papeis no cinema

BlacKkKlansman fez um enorme sucesso em Cannes e foi considerado como uma crítica para o presidente Trump que tem algumas posições racistas no seu atual governo. O filme já tem estreia prevista para o dia 10 de agosto nos cinemas norte americanos, enquanto isso no Brasil ainda não temos previsão.

Além desse longa o ator também é um dos protagonista de The Man Who Killed Dom Quixote, aquele filme de Terry Gilliam que demorou 20 anos para ser produzido, e será o responsável por encerrar o Festival de Cannes..

Compartilhar: