Oscar 2018: Tarana Burke pede para que Ryan Seacrest não cubra o tapete vermelho

Fundadora do movimento #MeToo pede o afastamento do apresentador.

Tarana Burke, fundadora do movimento #MeToo informou que solicitou à E! emissora de TV, para que não colocasse o apresentador Ryan Seacrest para cobrir o tapete vermelho do Oscar 2018. O mesmo foi acusado de assediar sua antiga figurinista.

Durante a entrevista dada para um veículo exterior Burke disse: “Eles realmente não deveriam mandá-lo [ao Oscar]. Não deveríamos ter que fazer essas escolhas.” Continuou: “Não é sobre culpa ou inocência. É sobre existir uma acusação no ar. [Essa pressão] deveria estar com o E! News, não conosco… Isso nos mostraria o quanto eles respeitam essa questão e as mulheres”.

O apresentador foi acusado por Suzie Hardy, sua antiga figurinista. Secreast cobre o tapete vermelho do Oscar desde 2006. Será que o pedido de Tarana Burke será atendido?

O Oscar 2018 acontece hoje (04) e você poderá acompanhar tudo o que vai acontecer nesta grande noite pelas redes sociais do Clube Das Pipocas.

Compartilhar: