Crítica: Deadpool 2 (2018)

Deadpool 2

Deadpool 2 é mais violento, mais ofensivo, mais desrespeitoso e com humor escrachado: os fãs não ficarão decepcionados.

Lançamento: 17 de maio de 2018
Direção: David Leitch
Elenco: Ryan Reynolds, Josh Brolin, Zazie Beetz, Brianna Hildebrand, Morrena Baccarin, Jack Kesy, Julian Dennison(…)

 

Em meio a tantas referências é fácil perder a mão na piada mas o filme consegue contornar o óbvio. Se pretende assistir o filme, você provavelmente também é fã do Universo Cinematográfico Marvel e entende a rivalidade com a DC, então  irá compreender as referências em abundância a outros filmes e franquias, uma vinheta de abertura parecida com Bond, assim como a constante quebra da quarta parede. O filme assume autoconsciência de que este é um filme de super-herói (relativamente) orçamentado, repleto de CGI e atalhos de roteiro.

Há um tema familiar, mesmo que proibido para menores de 18 anos. O filme mostra o encontro não desejado de Wade com Russell em uma penitenciária de segurança máxima. Lá eles são confrontados por Cable um homem vindo do futuro para vingar a morte de sua família. Ao longo do filme percebemos que há algumas coisas que o protagonista da autocura não pode curar.

Os personagens cativantes do primeiro filme retornam, é bom ver Karan Soni de volta como Dopinder de táxi e Leslie Uggams como Blond Al. Dos rostos novos destaque para a personagem Domino (Zazie Beetz), que durou mais tempo(spoiler) e também merecia mais tempo na tela para dar um ar mais sarcástico e trazer bom senso ao caos da Marvel.

A trilha sonora mistura Celine Dion, Dolly Parton e Cher com Peter Gabriel, A-ha e uma música familiar de Annie O Musical. As vendas da trilha sonora serão fortes.

No entanto, apesar de toda a sua suposta consciência de gênero, Deadpool 2 ainda oferece um elenco masculino de maioria branca. Você pode perdoá-lo como parte do encanto de quebra de regras do filme ou vê-lo como um outro lado de sua falha negativa. Parte do humor – particular na sequência do instinto básico “Winnie the Pooh” – é infantil e algumas piadas não são consistentes. O filme não é inovador mas é uma ótima história.

Galeria de fotos:

Trailer: