Mulan l Remake em live-action atinge 82% de aprovação pela crítica

Mulan

O live-action de Mulan estreia nesta sexta-feira (04) na plataforma de streaming do Disney+ nos Estados Unidos…

Segundo informações do THR, o recente remake em live-action da Disney, Mulan, está sendo considerado um dos melhores já feitos pelo estúdio.

A publicação aponta que após a crítica especializada assistir em primeira mão o filme dirigido por Nick Caro, as primeiras impressões são bastante positivas.

No Rotten Tomatoes, até o momento, Mulan possui 82%, cerca de 158 reviews de aprovação dos críticos. O portal falou que o longa “poderia ter contado a clássica história com mais profundidade, mas que é uma maravilha visual e serve como atualização emocionante da animação”.

Em outros portais as críticas postadas também não mediram esforços para elogiar o filme. A BBC definiu o longa como “uma obra-prima: divertido, brilhantemente engraçado, impressionante no uso de ângulos artísticos e imagens, e ousado em seu feminismo e representação positiva de personagens asiáticos”. Apesar dos elogios, o portal adicionou “ele não é tão progressivo quanto demonstra, ela deveria usar essas habilidades apenas para servir a seu país e ou sua família”.]

Já o THR apontou que “ele é um banquete visual infinito”, mas adicionou que o conteúdo dele é raso por conta do “enredo pouco envolvente” e por “performances lentas”.

Na nova versão, Liu Yifei será a personagem título. Jet Li será o imperador da China, enquanto Gong Li será uma vilã feiticeira.

O elenco também conta com Utkarsh Ambudkar e Roan Yuan.

O filme conta a história de uma jovem e destemida moça que se disfarça de homem para entrar no exército imperial e combater os Invasores do Norte que estão atacando a China.

O remake live-action é dirigido por Niki Caro; já o roteiro é assinado por Rick Jaffa, Amanda Silve, Elizabeth Martin e Lauren Hynek.

O remake em live-action de Mulan estreia nesta sexta-feira (04) na plataforma digital da Disney+ nos Estados Unidos. No país, o valor do filme é de US$30,00. Filme ainda não tem previsão de estreia no Brasil.